Hoje vamos aprender um pouco sobre nossas escolhas profissionais, usando como inspiração uma conversa que tive anos atrás com um “Mestre do Mar” de Canoa Quebrada. Perguntei ao Mestre Jangadeiro qual a característica preponderante para alguém vir a se tornar um “Mestre do Mar” e ele me respondeu sem titubear: “Só existe três tipos de pescadores, aquele que acha que o mar é inimigo, aquele que acha que o mar é amigo e aquele que acha que o mar é apenas o mar, uma imensidão azul cheia de riscos e oportunidades e com uma fonte inesgotável de alimentos de onde podemos tirar o nosso sustento. Esse terceiro, sem dúvida, se tornará um mestre.”

Aprendendo com o nosso mestre jangadeiro, podemos levar essa sabedoria para nossas escolhas profissionais e concluirmos que também existem três tipos de profissionais:

1º O que vê o mar como inimigo: Corresponde aquele profissional que de tudo
reclama, está sempre na defensiva, sempre se justificando ou encontrando alguém para culpar pelos seus insucessos. Este tipo de profissional faz qualquer coisa para provar que o “mar não está pra peixe”, portanto, nada do que ele fizer irá mudar essa situação e por assim pensar e agir, acaba por levar a sua carreira ao naufrágio.

2º O que vê o mar como amigo: Representa aquele profissional que acha que a maré sempre está pra peixe, independente do que ele faça ou deixe de fazer. Essa postura faz com que ele se torne ingênuo perante a vida, deixando de se preparar adequadamente para as situações de turbulência que, por ventura, venha a passar. Esse tipo de profissional acaba colocando a sua carreira ao sabor das ondas e dos ventos, tendo que contar com a sorte para obter êxito no seu intento.

3º O que vê no mar uma fonte de riqueza e abundância, porém reconhecendo os riscos: Este é o profissional que tem a plena consciência das possibilidades e oportunidades que a vida pode lhe oferecer. Se coloca com admiração e respeito perante os desafios, tendo a humildade necessária para aprender com tudo e com todos, pois entende que o êxito da pescaria está na capacidade de lidar com as imprevisibilidades dos ventos e com a força das marés. Esse tipo de profissional provavelmente se tornará um mestre, pois saberá tirar o proveito necessário de todas as situações de adversidade, transformando-as em novas oportunidades de crescimento.

Luciano Esmeraldo Melo

Sócio e Consultor da Parceria Consultores

Especializado em desenvolvimento de pessoas, em educação corporativa e em otimização comercial.