Propósito é a razão de se fazer o que se faz, com sentido, com a conexão da mente, corpo e alma. E encorajo você a pensar primeiramente sobre o que faz você suspirar, o que você mais admira? Pensou! Então anote.

Agora convido você a pensar o que o faz agir, quais assuntos, pessoas que movem você? Falo mover corpo, alma e mente. Pensou! Então anote.

E por último, quais comportamentos, valores, frases, palavras você ama e quais tem aversão? Anote!

De posse dessas anotações você começou a se conectar consigo. E o propósito é uma descoberta primeiramente de “quem sou eu?” e, em seguida, “eu sou a pessoa que causo esse impacto?”.

O caminho do autoconhecimento é a chave para muitas descobertas das nossas vidas e após iniciado é constante, porque as respostas sempre estarão no “olhar para si” e o grande problema é que sempre buscamos “fora de nós” ou, muitas vezes, não paramos para dar importância a essa descoberta que nos torna muito mais fortes e melhores.

Eu tinha a missão de impactar vidas através do desenvolvimento pessoal e profissional e quando comecei a fazer isso percebi que conseguia ajudar poucas pessoas. Eu queria ajudar muito mais. E nessa busca inacabada por autoconhecimento eu me conectei com meus sonhos de criança que eram: ajudar o mundo, as pessoas, os animais, a natureza. Pensei em ser vereadora de uma pequena cidade do interior.

Em seguida pensei em ser líder espiritual em um grupo de jovens. Também pensei em ser voluntária em vários abrigos de crianças. Quando me dei conta eu iniciava, mas não concretizava porque não estava realizando aquilo que eu nasci para ser e fazer.  Até que descobri meu propósito de acordar todos os dias: impactar qualquer pessoa em qualquer lugar com minhas maiores qualidades – empatia, atenção focada e pensamento complexo.

Isso possibilitou me conectar com as pessoas de forma única e feliz, pois percebi que são as pessoas que cuidam da natureza, dos animais, do mundo. Logo, se eu sou quem eu sou com propósito, eu elevo o que há de melhor em mim e isso reflete no outro de uma forma inimaginável, virando uma cadeia que eu chamo de “corrente do amor”.

E foi por esse “propósito de ter um propósito” que escolhi sair do enquadramento de uma rotina em um único local e trilhar o caminho que percorro hoje: de maior e melhor contribuição com as pessoas, vivendo meu propósito de diversas formas.

Muitos falam que existe uma luz no fim do túnel, mas na verdade o que existem são várias luzes no caminho. Luzes que deixamos de acender, luzes que fechamos os olhos para não enxergar o que está quase claro e preferimos não ver, luzes que abraçamos e sentimos.

Pense nas pessoas que passaram por você, momentos que foram inspiradores, não somente por alegrias vividas, mas também pela dor causada, momentos esses que fizeram você ver luz quando estava tudo escuro.

Conecte-se com os pensamentos que teve, com as perguntas que você respondeu sobre si mesmo. Ouse ser e viver de forma plena, porque nascemos para isso.

Por fim, responda agora para si: “Quem sou eu?” – e continue essa jornada de ser quem você nasceu para viver!

Dicas!

Formas de se autoconhecer:

  1. Conectar-se consigo fazendo perguntas e respondendo para si, sempre anotando.
  2. Conectar-se verdadeiramente com as pessoas ao seu redor e ter conversas de qualidade.
  3. Perguntar para as pessoas mais próximas o que veem em você como qualidade e defeito.
  4. Solicitar às pessoas da sua empresa que falem sobre você para você, seja através de feedback ou em conversas informais.
  5. Fazer assessment.
  6. Fazer processo de coaching.
  7. Fazer processo de mentoring.
  8. Fazer cursos de desenvolvimento de comportamentos.
liderança desenvolvimento humano gestão de pessoas Equilíbrio Emocional Inteligência Emocional

Camila Moura

Sócio e Consultor da Parceria Consultores

Sócia da Parceria  Consultores Unidade Gestão de Pessoas. Experiência de mais de 10 anos na área de Recursos Humanos, com foco em desenvolvimento de pessoas e cultura organizacional. Especializada em Gestão do Conhecimento e Desempenho.